Notícias

Grafites colorem paredes e transmitem mensagens positivas a alunos da EPP

15/02/2019- Fonte: Rúbia Neves

EPP investe em talento do artista regional Marcelo Coelho

 

O Grupo EPP Educacional une arte e educação, beleza e cores à proposta de reestruturação física da Escola Pequeno Príncipe, numa compreensão de que as artes alargam a possibilidade de trabalhar diferentes códigos culturais e enriquecem a visão de mundo dos alunos.

Para executar o projeto artístico, personalizando, colorindo e embelezando as quadras de esportes e de lazer e o bicicletário, a EPP contratou o jovem artista Marcelo Coelho.

O projeto

Na quadra de esportes, a arte foi inspirada nas muitas modalidades de práticas esportivas. O painel estimula os alunos ao movimento, à competitividade saudável, à busca pelo corpo saudável.

Na quadra de lazer, o painel que ocupa todo o fundo dela, provoca a reflexão sobre a diversidade, retratando etnias diferentes, numa alusão a diferenças que convivem em harmonia.

A sustentabilidade e as delícias da prática de ciclismo são abordadas, de forma subliminar, na pintura do espaço reservado ao bicicletário, reportando ao espectador a alegria de optar por essa forma prazerosa de transporte e de lazer.

A sutileza das mensagens implícitas nos grafites de Marcelo Coelho reforça a certeza de que a direção da EPP fez a escolha certa ao trazer esse artista da vizinha cidade de Itaipé, valorizando “gente da nossa terra” para tão importante trabalho que teve um resultado espetacular. 

O artista

Marcelo Coelho, 27 anos, embora conhecido internacionalmente, faz questão de dizer que é de Itaipé, Vale do Mucuri, valorizando a sua origem e mantendo a sua essência. “Retrato o que vivo e o que eu vejo. O meu povo é a minha inspiração”, explica.

Ao ser perguntado como ele se define, Marcelo explica que, para ele, “o artista não se limita a uma coisa só. Eu gosto de tudo que envolve arte. Estudo sobre os segmentos que acho interessantes e executo da melhor maneira que consigo. Não tenho rótulo de grafiteiro ou pintor. Gosto de arte. Sou artista. Extraio o melhor do material que tenho”.

Marcelo desenha desde os sete anos de idade. Começou imitando o irmão, de 12 anos, que também desenhava. Ele conta que só fazia o que gostava, amava receber os elogios pelo trabalho. Aos 16 anos, fez o primeiro trabalho remunerado. “Fiquei um mês pintando a fachada de uma lan house e recebi R$50,00 (rsrsrs), o resultado foi bacana, comecei a ser convidado para outros trabalhos e não parei mais, sempre buscando novas técnicas com outros artistas, aprendendo constantemente”, afirma Marcelo.

O trabalho na EPP

A ideia principal da direção da EPP, muito bem apreendida e executada por Marcelo Coelho e seu auxiliar, Gabriel Lisboa, foi, por meio das pinturas, instigar a sensibilidade das pessoas, com mensagens positivas, usando cores vibrantes para compor e alegrar o ambiente.

Marcelo elogia a EPP. “Fomos muito bem acolhidos. Percebi a união, a amizade e fiquei feliz em desenvolver esse trabalho nessa Escola que me proporcionou excelentes condições de trabalho. Foi muito prazeroso trabalhar na EPP. Agradeço pelo convite e pela oportunidade”.

 

Comunicação, Marketing e Eventos

Grupo EPP Educacional

Total de Registros: 16

Mais notícias

Mais notícias

Mais notícias

Mais notícias

Mais notícias

Mais notícias

Mais notícias

Mais notícias

Mais notícias

Mais notícias